Saturday

Saturday

We do not know each other, but we come from the same place.

We were in the same place and the same landscape enjoying our time in life.

Like many others, we could be spending our time doing other things.

Maybe these things were passing because we soon forget the password.

Maybe it would be necessary to create another identity, but it was there that we decided to be.

 

They do not want us to be there, we know.

We were hanging in a cup of coffee, tea, chocolate, cappuccino.

They do not want us there smelling the season, walking,

fishing, harvesting, living with our children and exchanging our air with the nature.

We know!

Who are they? Where are they?

They hate when we think, they hate when we are real, they hate when we do not need them.

But they are still very thirsty to not let us think.

But they are still very thirsty to close our curtains to the riches of creation.

Saturday You can read more about this day in magrelinhos.com

Advertisements

Sábado

Saturday

Nós não nos conhecemos, mas nós viemos de um mesmo lugar.

Nós estávamos no mesmo lugar e nas mesmas paisagens aproveitando o tempo em vida.

Como muitos outros, nós poderíamos estar gastando nosso tempo fazendo outras coisas.

Talvez estas coisas fossem passageiras porque tão breve esqueceríamos a senha.

Talvez fosse necessário criar outra identidade, mas foi lá que nós decidimos estar.

Eles não querem que nós estejamos lá, nós sabemos.

Nós estávamos pendurados em uma xícara de café, chá, chocolate, cappuccino.

Eles não querem que nós estejamos lá sentindo o cheiro da estação, caminhando,

pescando, colhendo, vivendo com as nossas crianças e trocando o nosso ar com a natureza.

Nós sabemos!

Quem são eles? Aonde eles estão?

Eles odeiam quando nós pensamos, eles odeiam quando somos reais, eles odeiam quando nós não precisamos deles.

Mas eles ainda tem muita sede de não nos deixar pensar.

Mas eles ainda tem muita sede de fechar nossas cortinas para as riquezas da criação.

SaturdaySaturday

Você pode ler mais sobre este dia em magrelinhos.com

Mussels

I’m always motivated when I am creating my dishes especially when I’m adding simple ingredients in search of a unique flavour. A succulent dish with mussels! =)

Eu sempre fico motivada quando eu estou criando os meus pratos principalmente quando eu estou adicionando simples ingredientes em busca de um sabor único. Um suculento prato com mexilhões!

mussels

This dish was as light as my feeling while I was preparing it. I managed to raise the taste of seafood without losing sight of the other ingredients. With garlic, olive oil, sea salt, white wine, ground black pepper and without the pepper’s acidity, the mussels were a delight served with rice and carrots.

A dish full of flavour, lightness and juiciness highlighted with the seafood flavour.

Este prato ficou leve como o meu sentimento enquanto eu estava preparando. Eu consegui elevar o gosto do fruto do mar sem perder de vista os outros ingredientes. Com alho, azeite de oliva, sal marinho, vinho branco, pimenta preta moída e sem a acidez do pimentão, os mexilhões ficaram uma delícia acompanhados com arroz e cenoura.

Um prato cheio de sabor, leveza e uma suculência ressaltada com o sabor do fruto do mar.

mussels

A dream of mussels.

Um sonho de mexilhões!

My bistro photos

I love cooking, food and photography. Every day I learn something about new dishes but I’ve many stories about how I learned to cook and traditions I love. I carry with me many special moments. These photos will be my way of sharing them.For recipes, you can contact me at sandraaduarte82@gmail.com

Holiday

.

https://betweenseasblog.wordpress.com

The man at the next table told waitress I like sun, I like sun”. I was loving the sun. The truth is that the comment was just a noise mixed with other voices from people who also were enjoying the place. The sunlight was on a lovely man who dressed in long sleeves with simple and light shades of blue. His brown eyes were so clear and then I had two mirrors to my face. In few minutes, the noise of the place wasn’t the same in my ears. Everything was calmer in that moment. Beyond elegance when he crosses his legs while he wrote his thoughts in the form of texts, the contour and the lines of his hands that time continues working were so clear and clean when mixed with the sunshine. And then his smile lit me more than the sunlight. I’m lucky woman  and I didn’t need to be discreet because the man who was in the cafe was my husband. ♥

O homem da mesa ao lado falou para garçonete: ” I like sun, I like sun”. Eu estava amando o sol. A verdade é que o comentário não passou de um ruído misturado com outras falas das pessoas que estavam no café. A luz solar estava sobre um adorável homem vestido com mangas longas com simples e claros tons de azul. Os olhos castanhos ficaram tão claros que a minha face foi estampada. Em poucos minutos, o barulho do lugar não era mais o mesmo. Tudo estava calmo naquele momento. Além de toda elegância quando ele cruzava as pernas para colocar os pensamentos em forma de textos, o contorno e as linhas de suas mãos que o tempo continua a marcar eram tão claras e limpas que se misturavam com a luz do sol. Então o sorriso dele me iluminou mais que aquela luz solar. Eu sou uma mulher de sorte e eu não precisei ser discreta porque o homem que estava no café era o  meu esposo. ♥

Pork and rice balls ♥

This dish wasn’t at our table this Sunday, but I remember that I prepared for a Sunday lunch last month. I was really involved while preparing it and all I thought about was how to combine and involve pork with rice balls. When ready, the flavour was able to get us involved for a long time enjoying the moment.

Este prato não estava em nossa mesa neste Domingo, mas eu lembro que eu preparei para um almoço de Domingo mês passado. Eu estava realmente envolvida enquanto preparava e tudo o que eu pensei foi como combinar e envolver a carne de porco com as bolas de arroz e espinafre. Quando pronto, o sabor foi capaz de nos envolver por um longo tempo aproveitando o momento.

https://betweenseasblog.wordpress.comhttps://betweenseasblog.wordpress.com

The sky of our place

How was the sky of your place when you woke up this Friday? A cold wind but I think the day will be a little sunny. There was nothing more intense through the glass door. I wish you many colours in your sky. 🙂 Happy Friday!

Como estava o céu do seu lugar quando você acordou nesta sexta-feira? Apesar do vento frio, eu acho que o dia será um pouco ensolarado. Não havia nada mais intenso através da porta de vidro. Eu desejo a você muitas cores em seu céu. 🙂 Feliz Sexta-Feira!

Xemxija

Before a comfortable dish

Before writing about a comfortable dish, I want to share with you something more personal while you enjoy some photos of streets, alleys and Maltese houses.

Maltese HomesComing from a country where, today, leaving and arriving home or walking on streets makes you a target for burglars, the streets and Maltese houses are more than a charm for me. Enchantment is a word I think fits in the “Security dream” sentence. It’s true that each country carries its luck, beauty and problems.

Maltese houses

It isn’t true that a family is the victim of assault every day at Brazil, but it is true that many families are assaulted each hour and that it is a growing circle. So everyone is waiting for a next time. Because of this, in order to protect ourselves, it is natural that our customs adapted to the growth in violence. We even have a ‘manual of instructions about how to leave and arrive at home and the neighbours are always helping each other.
Maltese houses
What makes me happy is that we still manage to have a beautiful life there. We also have beautiful stories besides being able to see, almost daily, the last sun rays if we walk to the street corner with our eyes directed to the west at around 4:30pm.
Maltese streetsBut I fell in love with a Maltese… 🙂

The several styles of streets, alleys, houses, apartments, flats, etc and the quiet life that is lived here are scattered throughout the island. I’m an extremely curious explorer about the customs of the Maltese people. I think this feeling is so beautiful on me mainly because of the experiences that I carry. While we are walking on the streets and alleys is when I have more certainty that there is still much to discover about the Maltese customs. My husband and I live in an apartment in the north of the island and during these seven months I‘ve been living here in Malta, leaving and arriving  home has been a real dream. I‘m not saying that violence doesn’t exist here, but for seven months nothing happened to us.

We have shared many interesting posts on our blogs and this is like sitting down to drink a coffee or tea and just talk about some of our experiences, feelings, photos, recipes, sports. I hope this post carries on the way of this feeling.

🙂

PrettyThis photo I took in an abandoned building last weekend.

Writing about meat, actually I am addicted to preparing stewed meat. This pork was so amazing that I decided to serve it straight in the pan. During cooking, stirring the food is also addictive because every time you look inside the pan, the texture of the meat and sauce are getting wonderful and the aroma makes the home a comfort. Let me convince you to try it too.

PorkStewed pork served in the pan with couscous

1 – To prepare 4 pieces of meat add a mixture of garlic, salt, paprika, grated black pepper and herbs of your choice, 3 tablespoons of vinegar and a teacup of white or red wine (for this recipe I used white wine). Marinate it for 30 minutes.
Believe me, with this blend the meat will get a great flavour.

2 – Meanwhile, prepare a couscous following the package directions (the time for my couscous was 8 minutes).
3 – In a saucepan heat 5 tablespoons olive oil and then lightly fry the meat until a golden colour (at this stage, just put the meat). Then place 2 cups of hot water into the tea mixture that was the flesh and add it to the pan with the meat. During the cooking, stir the meat until it is soft and with a thick sauce. Add water gradually if necessary. As the pork is being cooked, stirring the pot is also addictive because every time you do it, the texture of the meat and sauce are different beyond the aroma that spreads around the house.

4 –Place the meat and sauce over couscous, add some tomatoes and cabbage and serve.

pork

Christmas is coming, but I could not wait until then to make it.

Antes de um confortável prato

Antes de escrever sobre um confortável prato, eu quero compartilhar algo mais pessoal enquanto você aprecia algumas fotos das ruas, becos e casas maltesas.

Maltese Homes

Oriunda de um país aonde, atualmente, chegar e sair de casa ou andar na rua é se sentir um alvo para assaltantes, as ruas e casas maltesas são mais que um encantamento para mim. Encantamento é uma palavra que eu acho que se encaixa na sentença “sonho de segurança”. É verdade que cada país carrega uma sua sorte, belezas e problemas.

Maltese houses

Não é verdade que uma mesma família é vítima de assalto todos os dias no Brasil, mas é verdade que muitas famílias são assaltadas a cada hora e isso é como um crescente círculo e por isso todos estão esperando por uma próxima vez. Por causa disso, afim de nos protegermos disso, é natural que os nossos costumes sejam outros quando a violência tem crescimento. Nós temos até um “manual de instruções de como sair e entrar em casa” e os vizinhos sempre estão ajudando um aos outros.

Maltese houses

O que me alegra é que nós ainda conseguimos ter uma vida bonita lá. Nós também temos lindas histórias além de ser possível ver, quase diariamente, os últimos raios de sol se nós caminharmos até a esquina da rua com os olhos direcionados para o Oeste por volta das 16:30hs.

Maltese streets

Mas eu me apaixonei por um maltês… 🙂

Os diversos estilos de ruas, becos, casas, apartamentos, flats, etc e a vida tranquila estão espalhadas em toda a ilha.  Eu sou uma exploradora extremamente curiosa sobre os costumes das pessoas maltesas. Eu acho este sentimento tão bonito em mim principalmente pelas experiências que carrego. Quando nós estamos caminhando entre as ruas e becos, então é neste momento que eu tenho mais certeza que ainda há muito para descobrir sobre os costumes malteses. Eu e meu esposo vivemos em um apartamento no Norte da ilha e durante estes sete meses que eu tenho vivido aqui em Malta, entrar e sair de casa com segurança tem sido um sonho real. Eu não estou dizendo que  violência aqui não existe, mas há sete meses nada nos aconteceu.

Nós temos compartilhado muitas postagens interessantes em nossos blogs e isso é como sentar para beber um café ou um chá e simplesmente conversarmos sobre algumas de nossas experiências, sentimentos, fotos, receitas, esportes. Eu espero que esta postagem esteja a caminho deste sentimento.

🙂

Pretty

Esta foto eu tomei dentro de uma construção abandonada no último final de semana.

Escrevendo sobre carnes, é verdade que eu sou viciada em preparar carne cozida. Ontem o prato que eu preparei foi porco cozido. Ficou tão incrivel que eu resolvi servi direto na panela com cuscuz. Eu cozinhei até ficar macio e suculento. Então, durante o cozimento do porco, mexer a panela também é viciante porque cada vez que você faz isso, a textura da carne e molho estão diferentes além do aroma que se espalha pela casa. 🙂  Deixe-me convencer você a tentar isso.

Pork

Porco cozido servido na panela com cuscuz

 

1 – Para 4 pedaços de carne add uma mistura de alho,sal, coloral, pimenta preta ralada e ervas de sua escolha, 3 colheres de sopa de vinagre e uma xícara de chá de vinho branco ou tinto ( para este eu usei o vinho branco). deixe marinando por 30 minutos. Acredite em mim, com esta mistura a carne ficará com um sabor ótimo.

2 – Enquanto isso, prepare um cuscuz de sua escolha seguindo as instruções da embalagem ( o tempo para o meu cuscuz ficar pronto foram 8 minutos).

3 – Em uma panela aqueça 5 colheres de sopa de azeite de oliva e então frite levemente a carne até obter uma cor dourada ( nesta etapa, coloque apenas a carne). Então coloque 2 xícaras de chá de água quente dentro da mistura que estava a carne e add isso na panela com a carne. Durante o cozimento, mexer a carne até que ela fique macia e com um molho encorpado. Add água aos poucos se necessário. Então, 🙂 esta é a hora! Durante o cozimento , mexer a panela também é viciante porque cada vez que você faz isso, a textura da carne e molho estão diferentes além do aroma que se espalha pela casa.

4 – Coloque a carne e o molho sobre o cuscuz, add alguns tomates, repolho e sirva

pork

O Natal está chegando, mas eu não poderia esperar até lá para fazer isso.