A bite of my Brazil

‘Baia Formosa’, a precious place described by my husband.
It is magical!  The calm waves reach the spirit of those who visits this little village. In the same page, you can also find a bite of ‘Pipa-RN’.

Baia Formosa

Baia Formosa – RN – Brazil

 

 

Advertisements

Dish of the week

In Brazil it is still summer. My mom has told me has been raining in our State ( we call these rain ‘corn rains‘ or ‘summer rains’). Here on the island the spring is coming. The song of the birds have multiplied and the sun’s rays are focusing more joy in our home. Because of that, this week we had the chance to go to the beach to enjoy this beautiful change. The sunlight was shining slightly! I like to enjoy as much as I can the sunshine or rain, the flying of the dried leaves or the colours of the fruits in life.

Although I’m loving feel the change of the seasons, I grew up without these seasonal waits and it also has a lot of value to me. How beautiful are the flowers in autumnal calendar or the sun illuminating our Christmas spirit.

Yesterday I prepared a delicious dish with chicken liver and cucumber. I gave a cool and delicious value for an unusual dish. I’m not afraid to try my culinary creations, but of course I was a little afraid to serving it. Oh, I served my dish! ♥

PIPE RIGATE PASTA- CHICKEN LIVER STEW – CUCUMBER – PARSLEY

with liverwith liver

The result was simply a delicious meal and each ingredient was valued. Our enthusiasm while we ate was very pleasant, a mixture of all seasons. 🙂

I apologize for any error in English.
For recipe, you can contact me at sandraaduarte82@gmail.com

Prato da semana

No Brasil ainda é verão. A mãe tem me falado que tem chovido em nosso Estado (nós chamamos estas chuvas de “chuvas do milho” ou “chuvas de verão”). Aqui na ilha a primavera está chegando. O canto dos pássaros se multiplicaram e os raios de sol estão incidindo com mais alegria em nossa casa. Por causa disso, esta semana nós tivemos a chance de ir até a praia para apreciar esta mudança linda. O leve pulsar do sol! Eu gosto de aproveitar o máximo que eu posso os raios de sol ou a chuva, o voar das folhas secas ou os frutos em Vida.

Apesar de eu estar amando sentir a troca das estações do ano, eu cresci sem estas esperas sazonais e isso também tem muito valor para mim. Como são lindas as flores em pleno calendário outonal ou  o sol iluminando nosso espírito Natalino.

Eu preparei um delicioso prato com fígado de frango e pepino. Eu dei um valor legal e delicioso para um prato não muito comum. Eu não tenho medo de criar meus pratos, mas é claro que eu fico com um medinho quando vou servi-los. Ah, Eu servi!

MACARRÃO PIPE RIGATE – FÍGADO DE FRANGO TORRADO – PEPINO – SALSA

with liver with liver

O resultado foi simplesmente uma deliciosa refeição na qual cada ingrediente foi ressaltado. O nosso entusiasmo enquanto comíamos foi muito prazeroso, uma mistura de todas as estações 🙂

Para receitas, você pode me contactar em sandraaduarte82@gmail.com

🙂

Bolo de Milho

No Brasil, especialmente na região Nordeste, se o volume de água da chuva for suficiente, as plantações de milho se alegram e então as colheitas acontecem no mês de Junho. Que bonito é aquele verde sem fim quando nós temos a chance de ver as plantações de milho.

corn cakeGoogle imagem

Se o milho for bom, que feliz será o mês de junho. A beleza do verde do milharal são como tapetes que se desenrolam em direção às mesas dos que vivem na cidade. Ah que maravilha! Nesta época, nós festejamos a felicidade dos que vivem no campo. São os festejos Juninos. Comidas típicas, tradições e afeto! Quão grandes são os benefícios quando chove o suficiente! Além disso, o dia dos namorados é comemorado no mês de Junho ( 12 ). Corações aquecidos!

Para saborear o milho, nós podemos comer ele cozido ou assado. As comidas juninas preparadas com milho são canjica, pamonha, bolo de milho, manguzá doce e salgado, etc.

Depois das festividades, o produto torna-se mais difícil de ser encontrado e então nós costumamos utilizar nas receitas o milho em lata.

Então, esta é a história do meu bolo de milho preparado numa ilha distante do Brasil. A receita é super simples e para este bolo eu usei o milho em lata 😀

corn cake

corn cake

Há algum tempo eu não preparava bolo de milho, por isso eu não estava sobre as quantidades exatas dos ingredientes.  Eu encontrei uma receita de bolo de milho neste blog e então fiz algumas adaptações.

Ingredientes:

1 lata de milho cozido sem a água

1 lata de leite condensado

A mesma medida de leite

3 ovos

1 colher de sopa de manteiga

100 gramas de coco ralado

1 colher de chá de fermento

Direções:

Bata todos os ingredientes no liquidificador com exceção do coco ralado e do fermento por 2 minutos. Após isso, adicione o coco, o fermento e apenas mexa com uma colher incorporando bem à mistura. Coloque a mistura em uma forma untada e enfarinhada e asse em forno aquecido a 200 graus por aproximadamente 40-45 minutos. Bom apetite!

cake corn

with corn

Image google

Corn Cake

At Brazil, especially in the Northeast, if the volume of the rainwater is sufficient, corn plantations get happy and then the product harvest is in June. How beautiful is the endless green when we’ve the chance to see the corn plantations.

corn cake

Image google

If the corn is good, how happy will be the month of June! The beauty of the green cornfield carpets unfolds in the direction of the table of the people living in the city. How wonderful!  At this time, we celebrate the happiness of  the people living in the countryside. There are the June festivities! Typical foods, traditions and affection. Great are the benefits when it rains enough! Furthermore, Valentine’s Day is celebrated in the month of June (12). Warm hearts!

To taste the corn, we can eat it boiled or roasted. The June foods prepared with corn are “canjica”, “pamonha”, corn cake, “manguzá doce”, “manguzá salgado”, etc.

After these festivities, the product becomes more difficult to find and then we usually use canned corn in recipes.

So this is the story of my corn cake prepared in a island far away from Brazil. The recipe is super simple and for this cake I used canned corn.

It had been a long time since I last prepared corn cake so I wasn’t sure about the exact quantities of the ingredients. I found a corn cake recipe on this blog and then I just made some changes.

corn cake

Ingredients:

1 can of corn cooked

1 can of condensed milk

The same measure of milk

3 eggs

1 tablespoon of butter

100 grams grated coconut

1 teaspoon baking powder

Directions:

Mix all ingredients in a blender except the grated coconut and baking powder for 2 minutes. Then, add the coconut, baking powder and stir with a spoon just incorporating well the mixture. Place the mixture into a greased and floured pan and bake it at 200 degrees for about 40-45 minutes. Enjoy! 🙂

corn cake
cake cornwith cornImage Google

A way to cooking

I was very bean emotional in the kitchen days ago. San was concentrating on his work and I think I was taken by the silence while cooking. All I did was one panful with beans (no stock), cooked vegetables and fish fillet. Moving the root this dish feeling out ,I was missing my place of origin. A good miss, do you know? The colours, the sunset seen through of the kitchen door while I drank some sips of coffee, the swing from the trees across street, the smell emanating from the kitchen, my nephew getting anxious, everything but mine. But, at the same time, I love the place where we live. Our home, the smells, the particularities as mine. If we were there, the same feeling of missing would also land in the field of my beautiful thoughts. Do you have beautiful miss? Oh, they are like beautiful frames I will hang on the walls where I go. I know, it’s common to miss your place when you leave it for just one or two days, but it all becomes so intense when you have to wait over a year to visit your place. We are so many living this way, aren’t we? Well, in the end, I think we are lucky.

with beans

About the dish with beans, you can now understand a little how this mixture began. I have never eaten beans as tasty as the home of my parents and at the same time, I am increasingly delighted with Mediterranean cuisine. Oh my God, I am a divided woman and I’m mixing everything now! 😀 The mixture with beans, cooked vegetables and fish fillet was totally delicious in taste and texture. Moreover, this is an extra healthy mixture. Try it!

How do you make this delicious mixture?

Cut into cubes two cloves of garlic and sauté them with a little olive oil in a large pan frying. Then, add two fillets of fish, a fish stock cube and cook it stirring carefully. While this mixture is sautéing, break the fish into small pieces. When the fish is cooked and lightly browned, add a cooked red can of beans (if you cook the beans at home, just drain it) and a cooked mixed can of vegetables (Particularly for same dishes, I love a Mediterranean mix cooked in can. I always have one of these on my shelf ). Stir everything carefully and boil a little. Serve it warm. This dish may be accompanied with couscous or penne, for example. Enjoy!

with fishred flower

Um jeito de cozinhar

Eu estava muito feijão sentimental na cozinha dias atrás. San estava concentrado no trabalho dele e eu acho que fui tomada pelo silêncio enquanto cozinhava. Tudo o que eu fiz foi uma panelada com feijão ( sem caldo ), legumes cozidos e filé de peixe.  Arrancando o prato o sentimento pela raiz, eu estava com saudades do meu lugar de origem. Uma saudade boa, sabe?! As cores, o por do sol visto através da porta da cozinha enquanto eu bebia alguns goles de café, o balançar das árvores do outro lado da rua, o cheiro emanando da cozinha, o meu sobrinho chegando ansioso, tudo tão meu…mas, ao mesmo tempo, eu amo o lugar em que nós vivemos, o nosso lar, os cheiros, as particularidades tão minhas. Se eu estivesse lá, a saudade sobre aqui também iria aterrizar no campo das minhas saudades bonitas. Você tem muitas saudades bonitas? Ah, elas são como lindos quadros que eu irei pendurar nas paredes para onde eu for. Eu sei, é difícil nós sentirmos saudades do nosso lugar quando deixamos a cidade por apenas um dia ou dois dias, mas tudo isso se torna tão intenso quando você precisa esperar mais de um ano para visita-lo. Somos tantos vivendo desta maneira, não é? Bem, no final, eu acho que nós somos afortunados.

with beans

Voltando ao prato com feijão, agora você pode entender um pouco como esta mistura começou. Eu nunca comi um feijão tão gostoso quanto o da casa dos meus pais e, ao mesmo tempo, eu estou cada vez mais encantada com a culinária mediterrânea. Ai meu Deus, eu sou uma mulher dividida e agora eu estou misturando tudo!  😀 A mistura de feijão, legumes cozidos e filé de peixe ficou totalmente uma delícia em sabor e textura. Além do mais, esta é uma mistura extra saudável. Experimenta!

Como você faz esta mistura gostosa?

Corte em cubinhos dois dentes de alho e refogue-os com um pouco de azeite em uma frigideira grande. Acrescente dois filés de peixe, um cubo de caldo de peixe e refogue mexendo cuidadosamente. Enquanto esta mistura está refogando, quebre o peixe em pequenos pedaços. Quando o peixe estiver cozido e levemente dourado, acrescente uma lata de feijão vermelho cozido ( se você cozinhar o feijão em casa, apenas escorra-o ) e uma lata de mistura de vegetais cozidos ( Particularmente, para pratos rápidos como este, eu adoro um mix mediterraneo cozido em lata. Eu sempre tenho um em meu armário ). Incorpore tudo com cuidado e deixe ferver um pouco. Sirva a seguir. Este prato pode ser acompanhado com cuscuz ou macarrão penne, por exemplo. Bom apetite! ♥

with fishred flower

Before a comfortable dish

Before writing about a comfortable dish, I want to share with you something more personal while you enjoy some photos of streets, alleys and Maltese houses.

Maltese HomesComing from a country where, today, leaving and arriving home or walking on streets makes you a target for burglars, the streets and Maltese houses are more than a charm for me. Enchantment is a word I think fits in the “Security dream” sentence. It’s true that each country carries its luck, beauty and problems.

Maltese houses

It isn’t true that a family is the victim of assault every day at Brazil, but it is true that many families are assaulted each hour and that it is a growing circle. So everyone is waiting for a next time. Because of this, in order to protect ourselves, it is natural that our customs adapted to the growth in violence. We even have a ‘manual of instructions about how to leave and arrive at home and the neighbours are always helping each other.
Maltese houses
What makes me happy is that we still manage to have a beautiful life there. We also have beautiful stories besides being able to see, almost daily, the last sun rays if we walk to the street corner with our eyes directed to the west at around 4:30pm.
Maltese streetsBut I fell in love with a Maltese… 🙂

The several styles of streets, alleys, houses, apartments, flats, etc and the quiet life that is lived here are scattered throughout the island. I’m an extremely curious explorer about the customs of the Maltese people. I think this feeling is so beautiful on me mainly because of the experiences that I carry. While we are walking on the streets and alleys is when I have more certainty that there is still much to discover about the Maltese customs. My husband and I live in an apartment in the north of the island and during these seven months I‘ve been living here in Malta, leaving and arriving  home has been a real dream. I‘m not saying that violence doesn’t exist here, but for seven months nothing happened to us.

We have shared many interesting posts on our blogs and this is like sitting down to drink a coffee or tea and just talk about some of our experiences, feelings, photos, recipes, sports. I hope this post carries on the way of this feeling.

🙂

PrettyThis photo I took in an abandoned building last weekend.

Writing about meat, actually I am addicted to preparing stewed meat. This pork was so amazing that I decided to serve it straight in the pan. During cooking, stirring the food is also addictive because every time you look inside the pan, the texture of the meat and sauce are getting wonderful and the aroma makes the home a comfort. Let me convince you to try it too.

PorkStewed pork served in the pan with couscous

1 – To prepare 4 pieces of meat add a mixture of garlic, salt, paprika, grated black pepper and herbs of your choice, 3 tablespoons of vinegar and a teacup of white or red wine (for this recipe I used white wine). Marinate it for 30 minutes.
Believe me, with this blend the meat will get a great flavour.

2 – Meanwhile, prepare a couscous following the package directions (the time for my couscous was 8 minutes).
3 – In a saucepan heat 5 tablespoons olive oil and then lightly fry the meat until a golden colour (at this stage, just put the meat). Then place 2 cups of hot water into the tea mixture that was the flesh and add it to the pan with the meat. During the cooking, stir the meat until it is soft and with a thick sauce. Add water gradually if necessary. As the pork is being cooked, stirring the pot is also addictive because every time you do it, the texture of the meat and sauce are different beyond the aroma that spreads around the house.

4 –Place the meat and sauce over couscous, add some tomatoes and cabbage and serve.

pork

Christmas is coming, but I could not wait until then to make it.

Antes de um confortável prato

Antes de escrever sobre um confortável prato, eu quero compartilhar algo mais pessoal enquanto você aprecia algumas fotos das ruas, becos e casas maltesas.

Maltese Homes

Oriunda de um país aonde, atualmente, chegar e sair de casa ou andar na rua é se sentir um alvo para assaltantes, as ruas e casas maltesas são mais que um encantamento para mim. Encantamento é uma palavra que eu acho que se encaixa na sentença “sonho de segurança”. É verdade que cada país carrega uma sua sorte, belezas e problemas.

Maltese houses

Não é verdade que uma mesma família é vítima de assalto todos os dias no Brasil, mas é verdade que muitas famílias são assaltadas a cada hora e isso é como um crescente círculo e por isso todos estão esperando por uma próxima vez. Por causa disso, afim de nos protegermos disso, é natural que os nossos costumes sejam outros quando a violência tem crescimento. Nós temos até um “manual de instruções de como sair e entrar em casa” e os vizinhos sempre estão ajudando um aos outros.

Maltese houses

O que me alegra é que nós ainda conseguimos ter uma vida bonita lá. Nós também temos lindas histórias além de ser possível ver, quase diariamente, os últimos raios de sol se nós caminharmos até a esquina da rua com os olhos direcionados para o Oeste por volta das 16:30hs.

Maltese streets

Mas eu me apaixonei por um maltês… 🙂

Os diversos estilos de ruas, becos, casas, apartamentos, flats, etc e a vida tranquila estão espalhadas em toda a ilha.  Eu sou uma exploradora extremamente curiosa sobre os costumes das pessoas maltesas. Eu acho este sentimento tão bonito em mim principalmente pelas experiências que carrego. Quando nós estamos caminhando entre as ruas e becos, então é neste momento que eu tenho mais certeza que ainda há muito para descobrir sobre os costumes malteses. Eu e meu esposo vivemos em um apartamento no Norte da ilha e durante estes sete meses que eu tenho vivido aqui em Malta, entrar e sair de casa com segurança tem sido um sonho real. Eu não estou dizendo que  violência aqui não existe, mas há sete meses nada nos aconteceu.

Nós temos compartilhado muitas postagens interessantes em nossos blogs e isso é como sentar para beber um café ou um chá e simplesmente conversarmos sobre algumas de nossas experiências, sentimentos, fotos, receitas, esportes. Eu espero que esta postagem esteja a caminho deste sentimento.

🙂

Pretty

Esta foto eu tomei dentro de uma construção abandonada no último final de semana.

Escrevendo sobre carnes, é verdade que eu sou viciada em preparar carne cozida. Ontem o prato que eu preparei foi porco cozido. Ficou tão incrivel que eu resolvi servi direto na panela com cuscuz. Eu cozinhei até ficar macio e suculento. Então, durante o cozimento do porco, mexer a panela também é viciante porque cada vez que você faz isso, a textura da carne e molho estão diferentes além do aroma que se espalha pela casa. 🙂  Deixe-me convencer você a tentar isso.

Pork

Porco cozido servido na panela com cuscuz

 

1 – Para 4 pedaços de carne add uma mistura de alho,sal, coloral, pimenta preta ralada e ervas de sua escolha, 3 colheres de sopa de vinagre e uma xícara de chá de vinho branco ou tinto ( para este eu usei o vinho branco). deixe marinando por 30 minutos. Acredite em mim, com esta mistura a carne ficará com um sabor ótimo.

2 – Enquanto isso, prepare um cuscuz de sua escolha seguindo as instruções da embalagem ( o tempo para o meu cuscuz ficar pronto foram 8 minutos).

3 – Em uma panela aqueça 5 colheres de sopa de azeite de oliva e então frite levemente a carne até obter uma cor dourada ( nesta etapa, coloque apenas a carne). Então coloque 2 xícaras de chá de água quente dentro da mistura que estava a carne e add isso na panela com a carne. Durante o cozimento, mexer a carne até que ela fique macia e com um molho encorpado. Add água aos poucos se necessário. Então, 🙂 esta é a hora! Durante o cozimento , mexer a panela também é viciante porque cada vez que você faz isso, a textura da carne e molho estão diferentes além do aroma que se espalha pela casa.

4 – Coloque a carne e o molho sobre o cuscuz, add alguns tomates, repolho e sirva

pork

O Natal está chegando, mas eu não poderia esperar até lá para fazer isso.